sábado, 19 de setembro de 2009

Ata apressada

Não é a primeira vez que acontece, também não será a última, a ata da reunião do último sábado demorou pra aparecer e, quando apareceu, apareceu em dose dupla. Quase que simultâneamente (veja os horários das postagens), Laudelino e Alfredo relataram, cada um a sua maneira, o que se passou no último encontro.

***

Ata referente ao dia 12 de setembro de 2009, segundo Alfredo Albuquerque.


Aí eu cheguei e a Dôra tava lá, sentada naqueles bancos na entrada do Coelho’s, e eu me sentei também e a gente conversou um pouco e aí chegou alguém, eu acho que foi o Emerson, sem saber que a gente tinha marcado a reunião para as 18h, achando que estava era atrasado mesmo, e depois disso foi chegando todo mundo, a Vivi com o Boni II, o Beto com a Ely (é com Ypsilone mesmo?), o Lau, a Valéria com a Vivi II, o Cartaxo, a Luciana e o André, que tinha prometido chegar no horário mas já descambou para um atraso de 15 minutos. Bem, eu li meu texto que foi, na verdade, uma enrolação danada porque eu fiquei com preguiça de escrever um conto e fiz um parágrafo pequeno só prá enganar, aí a Valéria leu seu conto que eu não lembro o nome mas que de cara me lembrou o filme Blow Up, o que me deu muita nostalgia de quando eu assisti esse filme massa. Depois o Beto leu seu conto que eu já conhecia de outros carnavais, mas isso não tem importância porque o Beto sempre escreve muito e sempre leva um conto novo, a não ser dessa vez. E aí o Emerson leu o conto dele, mas eu não me lembro qual era porque ele teve problemas prá imprimir e não levou cópias prá gente e aí na hora de fazer a ata eu não pude consultar seu conto, e aí a Luciana leu seu conto que a Valéria comentou depois dando umas dicas superimportantíssimas pois tinha um cenário armado mas faltava um pouco de história no conto dela. Depois foi o André que leu seu conto do equilibrista que acaba com o cara morando em cima da corda mas sem esse lance de ser desequilibrado, e aí veio o Beto com seu conto de três páginas que é uma espécie de fábula sobre o envelhecimento e aí a reunião meio que se acabou e o Laudelino escreveu no Twitter que a gente discutiu novela, mas eu não me lembro disso, e depois vieram as sugestões de tema e aí foram eleitos dois temas que empataram na votação que foram Piromania e Crime. E eu acho que vou escrever um conto que tem as duas coisas e é isso aí.

Alfredo

Imagem retirada de http://www.ima.org.au/media/news/flight.jpg

Um comentário:

dona Marcia disse...

Geeeente! Dei risadas ao conferir a ousadia de vocês. Meus parabéns! Graças, a tecnologia encurta distâncias pra encontrarmos o Clube. E - aqui no litoral da bela e Santa Catarina - também estamos querendo montar um grupo de pessoas escrevedoras dispostas a ampliar horizontes. Adorei o blog e levarei pros colegas, pois é uma ótima arrancada. Adicionei vocês em meu blogroll. Muita (ins)piração pra todos!